Contact Us

Use o formulário à direita para nos contactar.


São Paulo

The Coffee Traveler by Ensei Neto

MISCELÂNEA

Você ainda vai torrar o seu próprio café...

Ensei Neto

 Bandeja de resfriamento.

Bandeja de resfriamento.

Tudo começa com uma xícara de café bacana, que, por algum motivo especial, se tornou inesquecível para você.
Um aroma marcante, exótico ou que simplesmente lhe remete a um momento de aconchego. Um sabor que trouxe lembranças de tardes com alguém especial ou de um lugar que lhe proporcionou uma experiência muito boa. 
Não importa o motivo, mas sim o fato de que aquele café foi importante em sua vida.

O café desperta paixão à medida que você se interessa mais por ele. É como "amor ao primeiro gole"...  Enfeitiça, lhe prende, mas de forma sublime.
A descoberta de que existem centenas de milhares de produtores de café ao redor do mundo, cada qual produzindo lotes ou micro lotes (isso, na verdade, não é importante!) que estimulam nosso paladar pela riqueza de sabores ou porque é simplesmente elegante, fácil de beber, aguçam nossa curiosidade por saber mais sobre como foi produzido, onde e por quem.

À medida que seu interesse pela bebida cresce, há um desejo natural de também torrar um lote de café ao seu jeito. Afinal, assim como acontece na cozinha, num prosaico fogão, a arte de torrar café é acessível a quem quiser!
Não se deixe enganar por teorias inexplicáveis sobre os fantásticos fenômenos da torra do café, mas que sob a luz da Ciência se tornam apenas lógicas. Por exemplo, preparar um bom e clássico "ovo perfeito", que é aquele com a clara consistente e a gema untuosamente fluida, é perfeito apenas para quem gosta desse jeito. Portanto, para cada um bico, um gosto!
É óbvio que existem regras científicas que devem ser seguidas para que se alcance um resultado que seja expressivamente saboroso, mas que se mostram simples depois de desvendadas...
Da mesma forma, os apetrechos para você se iniciar nessa arte não precisam ser sofisticados; bastam ser como estes clássicos torradores domésticos, que você pode ver na foto abaixo:

À esquerda temos uma panela de ferro com um mexedor, semelhante a uma pipoqueira, enquanto que à direita, um bom e conhecido "Bola", que ainda é muito comum entre os cafeicultores e até pessoas que simplesmente gostam de torrar seu próprio café interior do Brasil afora...

Existem outros tipos de torradores domésticos, alguns que lembram um secador de cabelo com o fluxo de ar na vertical, conhecidos como "Air Roasters", enquanto que outros, como o Behmor  (http://behmor.com/behmor-1600-plus/), que lembra um pequeno forno de cozinha, prometem mais recursos tecnológicos.
No entanto, quem vem promovendo verdadeira revolução na concepção de novas máquinas de torra domésticas é o designer chinês que se auto denomina Zhou Buyi, de Hangzhou. 
Talentoso, tem duas criações que são primorosamente minimalistas, como este primeiro projeto:

 Torrador de Café Doméstico, de Zhou Buyi.

Torrador de Café Doméstico, de Zhou Buyi.

Suas linhas são belíssimas, garantidas pela simetria que pode ser observada pela vista de topo (à direita). De um lado, um cilindro que é a chaminé ou o sistema de exaustão dos gases de combustão, enquanto que do lado oposto, fica a moega de alimentação, na parte superior, e a bandeja de resfriamento, embaixo. 

 Outro torrador doméstico de café, de Zhou Buyi.

Outro torrador doméstico de café, de Zhou Buyi.

Este outro torrador tem também um design magnífico, réplica miniaturizada e aperfeiçoada de um industrial. À direita, em vista explodida, é possível ver que funciona com 3 resistências.
Segundo o Companheiro de Viagem e coffee geek de plantão Luis Laimer, esse equipamento é eficiente tanto na transmissão de calor como no baixo consumo de energia elétrica, em torno de 2.400w.
Pois é, depois de ver esses incríveis gadgets, certamente você vai querer torrar o seu próprio café...